Banner de Blog
Botão Voltar Voltar

É hora de investir em imóveis

Economia

Apesar de todas as notícias bombásticas que ocorreram no cenário político do Brasil durante o primeiro semestre de 2017, o país passa por uma recuperação econômica que está ganhando força.

No primeiro trimestre houve um crescimento do PIB de 1% em relação ao trimestre anterior. No segundo trimestre, quando o país ficou sem expetativas do que viria pela frente devido à continuação das delações políticas, tanto as empresas quanto a população paralisaram decisões de investimentos mais altos.

Entretanto, ainda houve crescimento econômico. Segundo o IBC-Br (índice do Banco Central), no segundo trimestre o crescimento foi de 0,25% comparado ao primeiro trimestre, e que no terceiro trimestre continuou a crescer.

 

O retorno da empregabilidade e dos investimentos estrangeiros

Mesmo com um crescimento relativamente pequeno, a grande surpresa para o mercado foi o início da recuperação dos empregos ainda no primeiro semestre do ano. Mesmo as perspectivas mais otimistas não imaginavam que essa volta da empregabilidade fosse acontecer tão cedo.

Além dessa notícia positiva, também tivemos uma movimentação recorde dos investimentos estrangeiros diretos no país durante o primeiro semestre. Os investimentos diretos correspondem às empresas estrangeiras que iniciaram negócios no Brasil, que compraram empresas brasileiras ou investiram nos negócios que já tinham aqui.

A inflação caiu para o nível mais baixo desde 1999, o que significa que o processo de queda de juros vai continuar.

 

O reflexo do crescimento no mercado imobiliário

Reunindo todos estes acontecimentos positivos, o resultado se reflete diretamente no crescimento do mercado imobiliário.

Com mais emprego, o consumo aumenta. Com mais consumo, as empresas vendem mais. Com o aumento das vendas, as empresas contratam mais. O aumento da renda no bolso dos brasileiros começa a melhorar o giro da economia, fortalecendo um círculo virtuoso de recuperação econômica.

À medida que a taxa de juros fica mais baixa, os bancos são estimulados a aumentar os créditos. O aumento de crédito também beneficia o mercado, pois aumenta o consumo, principalmente de aquisições como imóveis e automóveis.

Se os investidores do mercado imobiliário souberem se posicionar o quanto antes, haverá muitas oportunidades de transformar todos os impactos macroeconômicos em resultados positivos para os negócios.

A necessidade de se antecipar no mercado imobiliário se dá porque a forma mais perene de motivar as vendas é se destacando. Ou seja, oferecendo inovação, qualidade e variedade aos consumidores, que já começam a planejar seus próximos investimentos em maior escala.

 

Antecipe-se para garantir o retorno dos investimentos

Portanto, estar preparado para receber o retorno do seu investimento em imóveis é a chave para embarcar no novo ciclo econômico de crescimento que já está acontecendo no Brasil, e que até 2018 só tende a aumentar.

A estratégia é investir em imóveis de médio e alto padrão, que se destaquem nos quesitos de segurança, opcionais nas áreas privativas, além da diversidade e inovação tecnológica nas áreas comuns. E claro, lembrando que a localização privilegiada é um dos pré-requisitos mais importantes na hora da decisão de compra. 

 

 

Você economiza água? Confira 5 dicas sustentáveis para o dia a dia.
Economia

Você economiza água? Confira 5 dicas sustentáveis para o dia a dia.

Á água é o recurso natural mais importante em nossas vidas .Por isso, listamos abaixo cinco dicas sustentáveis para você praticar no seu dia a dia para economizar água.

Ícone de Notícias
2021 é o ano para você investir em imóveis. Saiba os motivos!
Economia

2021 é o ano para você investir em imóveis. Saiba os motivos!

São muitos os motivos para investir em imóveis. Descubra neste post as vantagens que 2021 tem para oferecer.

Ícone de Notícias
icon-natela Natela - Soluções Web

Otimizamos sua experiência durante a navegação através do uso de cookies. Continuando em nosso site, entendemos que você está de acordo com nossa Política de Cookies, assim como nossa Política de Privacidade.

OK, entendi.